Especiais Scandal

Publicado em 20/05/2013 11:23 | por Mariela Assmann

9

Balanço de Temporada – Scandal

Uma série instigante. Personagens interessantes e bem construídos. Histórias sólidas e cheias de reviravoltas. A segunda temporada provou que sim, Scandal é tudo isso. E muito mais.

Serei extremista: não há chance de assistir Scandal e não amar, não se ver envolvido nas tramas de caráter dúbio e se pegar – inúmeras vezes, diga-se de passagem – torcendo para o “vilão” ou recriminando os “mocinhos”. Scandal hipnotiza. Vicia. E digo isso com a propriedade de quem levou apenas 3 dias para assistir a temporada inteira.

Os sete episódios da primeira temporada apresentaram bem Scandal. Mas foram muito pouco para mostrar todo o potencial da série. Foi nessa segunda temporada que Shonda Rhimes nos envolveu em suas tramas. E que tramas. A showrruner de Scandal é ousada.

A primeira temporada nos deixou com uma indagação: quem seria Quinn Perkins e porque Olivia Pope moveu céus e terra para ajudá-la? A segunda temporada mandou essa dúvida para longe. Mas, mais do que responder essa questão, nos envolveu em múltiplas tramas de fraude à eleição, traições das mais variadas, lealdade cega, espionagem, tortura, assassinatos.

Quem imaginaria que o presidente sofreria um atentado tão cedo? Aliás, quem cogitou que o presidente não havia sido legitimamente eleito? Quem suspeitou que a explosão da Cytron nada mais era do que uma tentativa de encobrir os eventos de Defiance?

Desconheço seriado atualmente em exibição com mais reviravolta que Scandal. E isso faz com que todos os episódios da temporada tenham sido excelentes, já que a trama toda foi muito bem costurada. As questões eram respondidas na mesma medida que iam surgindo, com ótimas viagens ao passado, através de flashback, que não só explicavam a trama mas também o porquê das decisões dos personagens. Tudo isso para chegar em uma final completamente mind blowing, que fará a espera até setembro ser longa e repleta de teorias.

E se as tramas são ótimas (tanto o arco central quanto os casos defendido pelos Gladiadores), pode se dizer ainda mais dos personagens de Scandal. A crueza da constituição de caráter apavora. Mas cativa. Ninguém no seriado é bom ou mau. Todos são amáveis e odiáveis, talvez na mesma medida. E nos pegamos torcendo por uma mocinha que passa por cima dos interesses de seus melhores amigos para esconder seus crimes. Torcendo por um casal que trai, reiteradas vezes. Compreendendo traições, e torcendo para que nem tudo seja o que aparenta ser. Torcendo para que a fraude eleitoral permaneça encoberta e para que o presidente assassino continue no cargo. E mais, seja reeleito.

E não é só de Rhymes o mérito pela construção dos personagens. O elenco de Scandal é ótimo e esteve afiadíssimo nessa segunda temporada. Destaque para Kerry Washington, que consegue transmitir perfeitamente a dor que Olivia carrega na alma; Guillermo Diaz, que faz com que tenhamos vontade de colocar Huck no colo a cada episódio; Jeff Perry, que faz com que Cyrus seja amado e odiado na mesma medida; Bellamy Young, que faz de Mellie um dos personagens mais críveis no ar atualmente; e Tony Goldwyn, que além de assumir um ar imponente que nos faz acreditar que ele é mesmo o presidente, tem pegada.

Assim como o final da primeira temporada, o final dessa temporada também deixou algumas questões importantes para serem respondidas. Dessa vez, menos ligadas à Defiance, já que o cartão de memória foi destruído; e mais ligadas à Olivia Pope.

Quem delatou Olivia e abriu o jogo sobre ser ela a amante do presidente? Quais as intenções de seu pai ao colocar agentes do B613 na sua cola e porque mandar para o buraco Jake, que manteve Olivia viva na segunda metade da temporada? Cyrus, que encontrou Rowan algumas vezes, faz ideia de que ele seja o pai de Olivia? Aliás, alguém faz ideia de que o pai de Olivia seja – aparentemente – o chefão do B613?

Enfim, vários questionamentos, que deverão ser respondidos na terceira temporada. Se na temporada que acabou na quinta-feira passada a fraude eleitoral ditou o tom, creio que na próxima nos aprofundaremos no B613 e no papel do pai de Olivia nisso tudo. Consequentemente, devemos descobrir mais sobre o passado de Pope.

Na terceira temporada, torceremos pelo retorno de alguns casais, já que agora David recuperou sua vida (perdoa a Abby, David!). Por novos casais (qual é, alguém ainda pensa que Huck e Quinn não são almas-gêmeas?). Para descobrirmos mais sobre o passado de Harrison. Para que Huck encontre o filho. Para que Jake saia são e salvo do buraco. Torceremos demais.

Ah, e é claro, assistiremos Fitz e Olivia em mais uma tentativa de permanecer separados – e certamente, recheada de escapadelas para os armários da casa branca.

Mal posso esperar por setembro.

*Como me inscrevo para ser uma Gladiadora?*

Tags:


Sobre o Autor

Editora Chefe do TeleSéries, gasta boa parte da sua semana com séries. Sua estréia foi com ER, e atualmente assiste - entre várias outras - Grey's Anatomy, Game of Thrones, Suits, Castle e Rookie Blue. Ainda assim, arrumou um tempinho para maratonar Friends, The X Files e Chuck - pela qual se apaixonou, recente e irremediavelmente. Está saindo da crise de abstinência de Fringe graças à Orphan Black.



  • http://twitter.com/GisellePrudente Giselle Prudente

    Eu adoro Scandal e não esperava aquele final , o que me irrita é aquele mimimi da Olivia e o Fitz . Putz ! parecem dois adolescentes , eles acreditam em vamos viver felizes para sempre , ora tem muita coisa em jogo ali . O Cyrus é o único cara sensato nesta história .

  • Mariela Assmann

    Ele tem mais noção do que está em jogo, mesmo. Mas acho que não é sensato. Ele é inescrupuloso demais pra ser sensato. Sensato nenhum personagem é! =)

  • Maraísa

    Jesus, e imaginar que eu não queria assistir a esta série nem a pau. Nunca me imaginaria curtindo tanto um adultério. Olivia e Fitz juntos é demais e que pegada destes dois.

  • Tania Meliga

    Serie viciante mesmo….tb vi de uma vez só a primeira temporada e engrenei na segunda…final de semana varando a madrugada..o final..bem..pode ser mesmo um excelente gancho, mas meio decepcionante…

  • Ricardo Silveira

    Troquei minha sky pra hd so pra gravar os capitulos e “reassistir” com mais calma, depois da ansiedade

  • Leticia Petronilhho

    Estou completamente apaixonada por Scandal…Olivia Pope e Fitz, são os melhores..Incrivel como uma estória com um contexto aparentemente negativo a ser julgaldo pela sociedade pode ser tão apaixonante e relevante..Enfim 2 dias assistindo a 2ª temporada..Conclusão não sei o que será de mim até a estréia da 3ª season..Ansiosa é um mero apelido..

  • Fernanda

    ameiiii a matéria vc conseguiu descrever tudo o que sentimos ao assistir umas das melhores séries deste ano.Parabéns!!!

  • Paty maioneze

    Scandal é mesmo demais, Fitz é lindo demais, muito lindo ama mesmo a Liv, sofre mesmo por ela acho lindo.

  • Mary

    Sonhar não paga

Topo ↑