Notícias no image

Publicado em 28/06/2006 20:37 | por Paulo Serpa Antunes

11

Livro de Allison Dubois é lançado no Brasil

capa de Não É Preciso Dizer Adeus

A editora Sextante acaba de lançar no Brasil o livro Não é Preciso Dizer Adeus, de autoria da médium Allison DuBois – que serviu como inspiração para a série Medium, estrelada por Patricia Arquette e exibida no Brasil pela Sony.

Sucesso de vendas nos EUA, o livro conta como Allison DuBois descobriu seus dons, seus encontros com os espíritos e como auxilia a polícia em investigações criminais.

A obra já está a venda no Submarino, com preço promocional, por apenas R$ 13,40. Clique aqui para encomendar o seu.

Tags:


Sobre o Autor

É jornalista, pós-graduado em Jornalismo Digital pela Pucrs e trabalha com produção de conteúdo para Internet desde 1995. É editor de internet do Jornal do Comércio, de Porto Alegre. Fundou o TeleSéries em agosto de 2002. Na época, era fã de The West Wing, The Shield, Família Soprano e Ed. Atualmente é viciado em The Good Wife, NCIS, Game of Thrones e Parks and Recreation.



  • iTalo

    Interessante… não sabia que a Allison Dubois existia. a série ficou até mais interessante agora.

    hehehe.

  • Paulo Antunes

    Eu vou ler o livro só pra saber se o marido dela sofre como o Joe Dubois, rerere! Aquele homem é um santo!

  • Victor Regis

    Com certeza Paulo!!!
    Uma dúvida que eu tenho é se as histórias são inspiradas em sua vida mesmo, ou se já é tudo ficção?

  • Leonardo

    Acho que soh pegaram o conceito da Allison verdadeira de medium-policial. Mas se for inspirado em suas historias seria bem legal. =)

  • Joana

    Pô, acho esta série uma bobeira! Não vou ler este livro nunca!

  • Paulo Cesar

    Acho a Serie Fantastica, não pêrco um episodio. Gosto do jeitinho dôce da Patricia e da harmonia familiar, enfim, gosto de tudo nessa serie!!!

  • Rebeca

    Se as pessoas lessem a bíblia, iriam saber que espíritos não ficam vagando por aí, e que se ela realmente fala com alguma coisa, é com o próprio satanás, que confunde as pessoas para que elas fiquem cada vez mais longe de DEUS!

  • Adelmo

    venho observando a tempo os acontecimentos relacionados ao tema MEDIUM parece existir realmente um lado nosso nao vivido por todos só por pessoas com dons especiais.

  • melinda

    fanatismo evangelico………..isso explica o comportamento e comentario desse tipo de gente….

  • Sonia

    Acabei de ler em um site americano, que tem bastante ficção nesse seriado, e que as ‘visões’ da Allisson  não são tão  preciosos para a policia como o seriado faz parecer…. mas para diversão é excelente.

  • marcelo

    Amigo se vc lesse a Bíblia direito iria entender que todos as relatos são de uma voz ou ser falando com pessoas vivas, agora me diga qual a diferença ???? porque o que esta escrito na Bíblia se contradiz ???? o que as pessoas tem que entender é que existem energias boas e más no universo… cabe a cada um discernir o bem o mal, o bom e o ruim, em todas as religiões sem exerções existem coisas ruins, então me diga como vc acredita em algo que esta mandando vc matar e estrupa e fazer guerras, mas não em algo que esta lhe pedindo uma ajuda ???? se espíritos não estão por ai como na biblía Jesus ressuscita ? e Lazaro ?

    entenda todas as pessoas nascem do bem, nascem com “o dom de deus” por assim dizer,

    mas simplesmente a maioria deixa de perceber o mundo como ele é, e passa a obedecer a regras a conceitos dos adultos pré existentes, elas não discutem, simplesmente aceitam, como uma lei máxima, e qual quer que vá contra é culpado de crimes…. mas olhando por esse lado cada pessoa que nasce é como se fosse um professor que é obrigado a aceitar as asneiras de um aluno que não sabe de nada, e acaba se tornando tbm um aluno asno…. Mas existem pessoas que não fazem isso, existem aqueles que lutam contra esse poder da adestração alienativa, existem aqueles que simplesmente existem como nasceram, e se eles vem coisas do mau se pensar em religião aqui, por que Deus criaria alguém com um dom de ver as coisas se ele não queria ????

Topo ↑